Bolivia 22/05/2010 e 23/05/2011

Muros de La Paz

Chegamos em La Paz muito cedo, não eram 06h da manhã. A viagem da volta não foi tão diferente quanto a ida, só que agora não era mais novidade. Tentamos trocar de hotel pois não tinha quarto matrimonial disponivel, o que foi uma desculpa, eu não havia gostado do local. Aqui os hoteis ficam fechados até as 06h, super estranho. Todos lotados. Voltamos para o velho e ruim Condeza. E o pior foi ter que ficar em um quarto com cheiro de cigarro. Dormimos um pouco e fomos conhecer a cidade. Nas ultimas 5 noites, 4 foram passadas em poltronas de ônibus.  Conhecemos o Passeio Del Padro. Não parece La Paz. Bonito. Apos muito tempo comemos com tranquilidade, algo conhecido: Burguer King. Um super, mega Whopper. Eu não encontrei nada muito caracteristico em culinaria, a não ser as empanadas. Aqui se come muito pollo. A cerveja é boa. O restaurante do hotel serve somente café da manhã. As demais refeições temos que fazer fora.

Artesanatos em La Paz

Mais caminhadas, compras de regalos, visita a Igreja de São Francisco, onde La Paz tem sua origem. Nestes dois dias visitamos o Museo de La Coca, La Calle de las Brujas, monumentos da Plaza de Armas (mais uma…), com as musas, lindas. Predios publicos. Vimos algumas manifestações artisticas, desfiles do exercito e outras paradas.  

Carnaval na Bolivia

 

No domingo participamos de uma grande manifestação artistica, parecida com o nosso carnaval, muito engraçado e com muito mais roupas. Eu fui convidada a tocar uma matraca, instrumento caracteristico do carnaval boliviano.Foi impossivel fazermos o city tour.

Mais carnaval na Bolivia

Quando finalmente conseguimos informações precisas o onibus não estava mais circulando. O que foi um pena. Estamos muito cansados e decididos a cortar o Uruguai da viagem. Ficaremos um dia a mais no Chile e voltaremos mais cedo para o Brasil. Amanhã é um outro país no roteiro. Uma coisa interessante na Bolivia, mas acredito nao sentirei falta, é o comercio de rua. Eu não encontrei um unico supermercado. Quase tudo é vendido em barracas na rua. Imagino que no Chile não teremos mais isto. 

Transportes na Bolivia

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s